Sede do Banco da Espanha, Madrid, Espanha

 

Fase I

Após mais de dez anos desde a nossa primeira intervenção no Edifício do Banco de Espanha, catalogado como Bem de Interesse Cultural, os proprietários voltaram a confiar na Kalam para a restauração dos 12.000m2 da sua fachada de pedra granítica de Alpedrete, pedra calcária de Alconera e mármore de Carrara, correspondentes ao Edifício Principal e ao Edifício de Ampliação de 1975. A restauração, projetada por Valentín Berriochoa, compreendeu a fixação mediante hastes em aço inoxidável e resinas epóxi das cornijas e modilhões de pedra, eliminando as galgas oxidadas que provocaram a fratura dos grandes silhares de pedra, a micro união e a selagem de gretas e fissuras, a junção de silhares e a restituição de volumes com argamassas epoxídicas, a limpeza e eliminação de eflorescências, a preconsolidação e a aplicação de pátinas e tratamentos antigrafitti nas paredes da fachada, assim como a incorporação de zinco no sistema das juntas belgas nas cornijas. Também se restauraram os elementos de ferro forjado das plantas inferiores, as tubagens do pátio inglês, a iluminação da fachada e as ameias de zinco da cobertura.

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies