Biblioteca Nacional, Santiago, Chile

Os trabalhos realizados centraram-se, nesta primeira etapa, nas claraboias que permitem a passagem da luz às salas principais da biblioteca, incluindo a cúpula que adorna a fachada principal e a que ilumina o Salão Bicentenário. A intervenção era necessária para garantir a impermeabilização do edifício, que apresentava abundantes bolsas e infiltrações de água por envelhecimento e degradação das estruturas metálicas, para além de fissuras e deficiências na selagem dos vidros, submetidos a um constante stress térmico. Nos trabalhos nas cobertas, as condições climatéricas e as características da habitação, obrigaram-nos a apertar as medidas de segurança, tanto no exterior como no interior do edifício, por se haver mantido a atividade normal nas salas onde houve intervenção durante todo o processo. Na restauração, corrigiram-se os defeitos da estrutura e aplicou-se uma capa de anticorrosivo e pintura de recobrimento de poliuretano e colocaram-se os novos vidros, equipados com armação de segurança e filtro de controlo de infravermelhos e ultravioletas, que foram selados com cola estrutural de silicone.

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies